TugaNet

Uma Rádio Para a Vida

Musica Atual

Title

Artista

Programa Atual

Regresso a Casa

17:00 20:00

Programa Atual

Regresso a Casa

17:00 20:00


Novas diretrizes da igreja católica promovem a proteção de menores e pessoas vulneráveis

Publicado por: a 1 de Janeiro, 2021

Entram em vigor, as novas directrizes que visam proteger “menores e adultos vulneráveis”.

Todos os que exercem alguma função na Igreja devem ter condutas “que assegurem a todos um ambiente absolutamente seguro”, para “promover uma formação específica dirigida aos agentes pastorais, aos que lidam com menores e adultos vulneráveis e aos que tutelam a proteção de menores em todos os níveis da ação eclesial”.

A prevenção de abusos deve ser uma prioridade e todos os casos devem ser tratados”com mecanismos eficazes” e “ter conhecimento aprofundado” dos candidatos ao sacerdócio, aplicando “um cuidado particular na admissão aos seminários e a outras casas de formação”.

A escolha dos agentes pastorais “deve passar a contar, onde isso ainda não acontece, com uma análise da idoneidade dos candidatos a interagirem com menores e adultos vulneráveis, sem descartar a possibilidade de requerer atestados civis ou certidões de registo criminal”, defende o texto.

Os agentes pastorais devem receber, por parte das instituições que servem, formação sobre prevenção de abusos sexuais de menores e adultos vulneráveis e saber como interagir com eles.

Nunca esquecendo que é preciso “manter os pais ou legítimos tutores informados sobre as atividades desenvolvidas e o modo como se realizarão”.

A Conferência Episcopal proíbe ainda que sejam aplicados castigos corporais a menores e adultos vulneráveis, comportamentos inapropriados ou com conotações sexuais, o estabelecimento de relacionamentos preferenciais ou discriminações, assim como pedir a um menor ou adulto vulnerável para guardar segredo sobre possíveis comportamentos inadequados.

É ainda proibido fotografar, filmar ou publicar imagens que identifiquem um menor ou adulto vulnerável sem o consentimento dado por escrito pelos pais ou tutores.

O combate aos abusos sexuais de menores foi um objetivo do papa Francisco em 2019, quando considerou o crime como “uma das pragas do nosso tempo” e lamentou que tenha implicado “vários membros do clero”.


Faça download da nossa app em:

(Android)
https://play.google.com/store/apps/details?id=tuganet.virtues.ag.appradio.pro

(Apple)
https://apps.apple.com/us/app/r%C3%A1dio-tuganet/id1478414062?l=pt

Marcado como

Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos de preenchimento obrigatório assinalados com *



×